.

A União das Freguesias de Fervidelas e Viade de Baixo (UFFVB), é a freguesia do futuro. A sua extensa área, localizada maioritariamente nas imediações da Albufeira do Alto Rabagão, constitui um forte catalisador de atracão turística, pela paisagem, pelas gentes, pela gastronomia. De renome mundial, a Kunayala Productions, leva até esta localidade, anualmente, milhares de pessoas oriundas de todo o mundo, num evento que tem como imagem de marca precisamente o respeito pela Natureza e modos de vida saudáveis. "É um reconhecimento claro, do que significa, efetivamente, pertencer ao Património Agrícola Mundial, reconhecido pela FAO. Para além da promoção do território, este evento traz uma dinâmica interessantíssima aos restaurantes e outras unidades que aqui estão de portas abertas o ano inteiro.» Diz, Daniel Reis Afonso, presidente da União de Freguesias de Fervidelas e Viade de Baixo (UFFVB).
O edil não tem a menor dúvida que a UFFVB é a região do futuro, tendo em conta a dinâmica já criada e outra que está em marcha, designadamente a edificação de unidades hoteleiras, que para além de virem a ser uma mais-valia para o território, ao aumentar o número de dormidas com qualidade, criará empregos que são muito bem vindos, numa região que "contribui em grande escala para o PIB do país, e as contrapartidas ficam muito aquém".
Este pequeno-grande território, dá milhões de euros ao país, com a Albufeira dos Pisões que produz energia eléctrica para a EDP, bem como os painéis fotovoltaicos, eólicas e a ETA do Alto Rabagão. Estas unidades instaladas na freguesia, onde se acrescenta também o Viveiro de Trutas Salmonadas, são também criadoras de emprego, mas que na ótica do presidente da UFFVB não são equitativas com as necessidades locais.