ANTÓNIO LOURENÇO FONTES

Montalegre surge atraente e corajosa na comunicação social multicolorida e facetada pela alma destemida e acreditada, apaixonada da Jornalista Maria José Afonso, com a união de forças e meios para elevar MT, Montalegre ao nível desejado e conquistado e cada dias mais apetecido, procurado e encontrado.
Não estávamos habituados a acreditar nos arautos e profetas dessa realidade. Passamos a dar conta E A ACREDITAR, que esta revista MT SOBRESSAI PELA INOVAÇÃO, assente, na identidade única, preservada e radicada, na memória colectiva Barrosã, cada dia mais visitada, surpreendente por um turismo, qualificado, pela verdade que somos e temos e divulgam aportando uma romaria interminável de visitantes que deparam com encanto e espanto com aldeias de granito, rodeadas de tons e mantas, multicoloridas, do verde dos lameiros, retalhados com fios de águas cristalinas, prateadas, dos baldios que mudam a paisagem cada estação do ano, ora brancas de neve, ora roxas de urze, predominando os amarelos da giesta toijos e carqueijais aromáticos, que perfumam, estradas, caminhos e carreiros de percursos pedestres, ensombrados por velhos carvalhais, emoldurados de líquenes esverdeados e viduedos de casca branca e sombra fresca, regados por ribeiros de quedas de água, onde restam chorosos moinhos abandonados, esquecidos, em represas bordejadas de uma flora e fauna piscícola.
Todo este recheio e envolvência está a ser pouco a pouco descoberto por inúmeros, curiosos apaixonados do mundo rural barrosão, assente nos vales do Cávado e Rabagão, com espelhos de águas, que caem das serranias do Geres, Larouco e barroso, iluminados por miríades de estrelas brilhantes nas noites mágicas, pacatas e silenciosas.
É este cenário da minha paixão, que espera por ti e será tema inspirador de poetas, e artistas e colaboradores da sua preservação, que desejamos legar para usofruto de quem nos visita e sucede, e que esta nova revista MT Montalegre tomará nas mãos da Maria José Afonso e colaboradores.

Boa sorte e Parabéns.